A auditoria e as empresas de pequeno e médio porte

As empresas vêm passando por uma série de mudanças, especialmente nos aspectos relacionados à forma pela qual devem apresentar suas demonstrações contábeis. Sem falar, é claro, nos aspectos relacionados às informações e declarações obrigatórias a ser feita às entidades fazendárias.

Neste breve comentário irei ater-me – exclusivamente – aos aspectos relacionados com a forma de elaboração e apresentação das demonstrações contábeis aplicáveis às sociedades de pequeno e médio portes.

Já houve muitas alegações, inclusive com base “em leis” que garantem a desobrigação das pequenas e médias empresas apresentarem suas demonstrações com o mesmo nível de complexidade exigido das grandes empresas em geral.

Cuidado! Essas aparentes facilidades (menor trabalho, menor necessidade de pessoal especializado, etc.) podem representar dificuldades na continuidade operacional de sua empresa. Pelas seguintes razões, listadas de forma bem simplificada:

  • sem uma demonstração contábil em conformidade com aquelas aplicáveis às demais sociedades, a sua empresa deixará de apresentar informações importantes para aquele que desejar lhe conhecer melhor (normalmente essa pessoa é um investidor interessado na sua atividade empresarial);
  • ainda que haja interesse efetivo nesse conhecimento, a falta de maiores informações sobre a forma de elaboração e apresentação das suas demonstrações contábeis poderá fazer com que ele desista de sua empresa; e parta para outra que já esteja com sua apresentação na forma mais compreensível para ele;
  • uma outra situação é na participação de concorrências públicas. Tem sido consenso entre as empresas do poder público somente aceitarem o registro das empresas que estiverem com suas demonstrações contábeis na forma atualmente requerida aos demais tipos de sociedades;
  • financiamentos, especialmente aqueles exclusivos das instituições públicas (Banco do Brasil, Caixa Econômica, BNDES), são concedidos mediante um rigoroso cadastro que analisará a condição econômico financeira da sociedade, com base em suas demonstrações elaboradas em conformidade às novas normas contábeis aplicáveis no Brasil.

Suas demonstrações contábeis, elaboradas e apresentadas de forma adequada, podem ser enriquecidas se forem acompanhadas de um parecer de auditor independente, que declare a fidedignidade dessas demonstrações para que possam ser aceitas, sem restrições, pelos interessados em conhecer sua empresa, mediante a análise das mesmas.

Além disso, a prática de auditar suas demonstrações contábeis oferecerá outras vantagens à sua empresa, especialmente nos aspectos relacionados:

  • a melhoria constante de seus controles internos (administrativos, contábeis, fiscais, tributários, etc.;
  • maior segurança quanto a forma de apuração da base de cálculo dos vários tributos incidentes em suas atividades;
  • maior treinamento de sua equipe pela integração com outros profissionais da área.

Refaça suas avaliações estratégicas. Reposicione-se para que esses custos adicionais possam lhe proporcionar um crescimento em seus negócios, além da continuidade de sua empresa.

Por Antônio Carlos Pedroso Siqueira

Anúncios
Esse post foi publicado em Gestão Empresarial e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s